Qual a melhor atividade física para perder barriga?
Qual a melhor atividade física para perder barriga?

Emagrecer e perder barriga é um grande dilema em qualquer roda de conversa. Fala-se sobre dietas, sobre aquela atriz que perdeu 8kg, sobre atletas, sobre a nutricionista do Instagram, sobre a “pochete”, “pança”, sobre o inchaço… A barriga acaba sempre sendo alvo das frustrações, dos incômodos, a parte do corpo favorita das dietas e a mais escondida pelos que querem perdê-la.

A batalha contra a barriga é travada há muito tempo. Mas você sabe que é possível perdê-la, não é mesmo? A prática de alguns exercícios físicos em específico faz com que esse resultado seja mais rápido e eficaz, além de outros hábitos.

Entenda a gordura acumulada na barriga

O nosso corpo concentra gordura na região abdominal por um motivo bem simples: é o local do corpo que tem espaço disponível para tal, sem que prejudique as funções motoras. Algumas pessoas têm tendência para armazenar gordura tanto nos glúteos quanto na região do abdômen, principalmente mulheres. Quando se trata de ambos os sexos, a prevalência de gordura no abdômen é generalizada.

Qual é a melhor atividade física para perder barriga?

Sabe-se que existem inúmeras estratégias para o emagrecimento, seja para eliminar gordura localizada ou para emagrecimento generalizado. Os exercícios aeróbicos como caminhada, corrida, natação e ciclismo são os aliados convencionais do emagrecimento e para perder barriga.

Mas… e quem não se adapta? E quem não tem tempo para ficar 30, 40 minutos no dia realizando esse tipo de atividade? E quem acha monótono? E quem quer maiores resultados? Se tem uma solução para esses casos?

Conheça o HIIT

HIIT significa “high-intensity interval training”, no inglês. Em português, é chamado de treinamento intervalado de alta intensidade. Esse modelo de treinamento é caracterizado por estímulos de alta intensidade com curtas pausas de repouso. Por muito tempo foi o principal método de treinamento dos esportes de resistência, como corrida, natação e ciclismo, mas hoje a técnica é adaptada a outras modalidades e é a queridinha do emagrecimento.

Basicamente, o modelo consiste em um breve período de alta intensidade seguido de um período de recuperação, sendo passiva (pausa total) ou ativa (diminuição da intensidade).

O grande “segredo” que o HIIT oferece é que, enquanto atividades aeróbicas tradicionais aumentam a movimentação da gordura no momento do exercício, o HIIT segue gerando a queima desse substrato no período pós-exercício. O HIIT gera um pico de grande gasto energético justamente para manter a alta intensidade necessária, o que não acontece rapidamente na prática de exercícios de baixa e média intensidade.

Vantagens do HIIT

  • Tempo: A capacidade de realizar o HIIT em pouco tempo é uma grande vantagem, principalmente na rotina apressada que a maior parte das pessoas tem atualmente. O que antes necessitava 30min para ser realizado, pode ser trabalhado no HIIT em 15 ou 20min, facilitando a inclusão do hábito de realizar exercícios físicos na rotina.
  • Praticidade: A maior parte dos exercícios que podem ser feitos em HIIT não precisam de equipamentos elaborados. Uma esteira, bicicleta ou o peso do próprio corpo são os componentes principais para um exercício bem realizado.
  • Eficácia: Como já falamos anteriormente, a eficácia do HIIT é comprovada cientificamente, se apresentando como uma alternativa a quem não tem tempo para exercícios convencionais, ou não se sente confortável, ou simplesmente não gosta.
  • Dinamismo: Tudo é muito rápido no HIIT, devido a alta intensidade. Ou seja, as atividades ou as alterações de intensidade são muito dinâmicas, fazendo com que a prática não caia na mesmice ou seja desestimulante.

Exemplos de treinos HIIT

O HIIT não tem um treino padrão, o que é perfeito para quem não gosta de ideias engessadas ou enjoa fácil de algum exercício. É possível fazer HIIT tanto na corrida quanto utilizando o peso corporal, por exemplo.

Confira esses modelos de HIIT:

Corrida na esteira – 15 minutos

 

Tempo

Velocidade

0-1min

5-6km/h

1-3min

7-9km/h
3-4min

10-12km/h

4-5min

7-9km/h

5-6min

5-6km/h
6-7min

10-12km/h

7-8min

7-9km/h

8-9min

5-6km/h

9-10min

10-12km/h
10-11min

5-6km/h

11-13min

7-9km/h
13-14min

10-12km/h

14-15min

5-6km/h

Para quem pensa que é um sufoco ficar 15 minutos em cima da esteira, vai ver que com o HIIT o tempo passa rapidinho!

Exercícios de força

Veja alguns exemplos de exercícios de força que podem ser realizados em HIIT:

Mas… e qual é o tempo de descanso nos exercícios de força?

Para responder essa pergunta, é importante comentar que existem alguns métodos de prática de HIIT. É só escolher o que melhor se adapta às suas necessidades e preferências. Confira:

  • Tabata: 8 séries de 20 segundos de máxima intensidade, separadas por 10 segundos de descanso;
  • Little: 12 séries de 60 segundos em alta intensidade com 75 segundos de recuperação de baixa intensidade;
  • Timmons: 3 séries com 20 segundos em alta intensidade e 2 minutos de intervalo;
  • Gibala: São 10 séries com 60 segundos em alta intensidade e 60 segundos de intervalo;

Mas… fazer HIIT é o suficiente pra perder barriga?

Não! Nunca esqueça que o emagrecimento só é sustentável, eficaz e saudável se é baseado em uma boa alimentação, com uma dieta equilibrada e adaptada às suas necessidades e preferências individuais.

Agora você tem uma solução para o seu problema de tempo, sem perder qualidade de exercício e eficácia nos resultados! Se jogue no HIIT e aproveite os benefícios para fazer com que aquela barriguinha indesejada suma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *