7 exercícios para melhorar a força de vontade e autodisciplina
7 exercícios para melhorar a força de vontade e autodisciplina

Sabemos que nossos objetivos nunca serão alcançados se não nos esforçarmos para tal. A dedicação, esforço, força de vontade e autodisciplina são características difíceis de se alcançar, o que torna a desistência o caminho mais simples.

Desistir de objetivos é comum, com certeza aconteceu com você diversas vezes. Isso acontece pela dificuldade mencionada antes: nós não nascemos com essas qualidades, temos que nos empenhar em desenvolvê-las ao longo da vida, e nem todos estão dispostos.

Infelizmente a maioria das pessoas não desenvolve essas qualidades fundamentais para ser bem-sucedido em seus projetos, por achar muito difícil ou não estar motivado o suficiente. O problema é que grande parte dessas pessoas não sabe nem por onde começar.

Como o nosso blog é focado em saúde, hoje eu trouxe uma lista com 7 exercícios que vão melhorar sua autodisciplina e força de vontade. Continue lendo o texto e descubra como faze-lo — já vou avisando, esses exercícios são tão simples que seu queixo pode ficar caído!

  1. Dez minutos de meditação

A meditação é um dos exercícios mais eficazes para trazer bons resultados com sua autodisciplina a curto prazo. Durante o ato meditar, o cérebro é treinado para se concentrar e resistir à vontade de levantar e sair andando.

Pesquisas apontam que, logo após três dias de meditação por dez minutos, seu cérebro terá melhor concentração, você sentirá maior disposição e estará menos estressado.

E o melhor: todos podem meditar. Na verdade não existe nenhum segredo, basta se sentar confortavelmente em um banco, com as costas eretas, fechar os olhos e começar a prestar atenção somente em sua respiração.

Você também pode colocar alguma música de meditação ou yoga para conseguir meditar mais facilmente — existem inúmeras playlists no Spotify com esse tipo de música.

Outro método bastante benéfico é baixar aplicativos de meditação guiada, disponíveis nas lojas de aplicativo de qualquer smartphone. Eles consistem em áudios com instruções e acompanhamento para guiar o processo de meditação, ajudando a esvaziar a mente e focando no que você precisa se concentrar. Para quem nunca teve nenhum contato com a meditação, é uma opção muito válida!

7 exercícios para melhorar a força de vontade e autodisciplina

2- Melhore sua postura

Para descobrir se era possível aumentar a autodisciplina de uma pessoa, um grupo de pesquisadores pediu a alguns participantes de uma pesquisa para trabalharem sua postura durante duas semanas. Ou seja, toda vez que estivessem curvados, deveriam se corrigir e sentar corretamente.

Logo após esse período, foram feitos novos testes para ver como estava a autodisciplina dos participantes. Os resultados foram muito animadores, pois a perseverança e disciplina deles melhorou muito.

Para receber os benefícios desse exercício é muito simples: apenas corrija sua postura toda vez que se pegar curvado, seja no trabalho ou em casa. Isso parece ser algo extremamente simples, mas sentar-se reto requer uma dose de força de vontade. Você irá exercitar o “músculo da disciplina” toda vez que corrigir sua postura.

A postura também tem a ver com a imagem que passamos: se você parecer disposto, confiante e disciplinado, vai interiorizar que é assim que você deve estar, e com o tempo vai perceber que é assim que você vai, de fato, se sentir.

 

3- Use sua mão oposta

Seguindo a mesma linha de raciocínio da pesquisa acima, alguns cientistas conduziram estudos que testaram outras ações corretivas. Uma que funcionou muito bem foi usar a mão oposta. Seu cérebro é programado para usar a mão dominante, então é necessário força de vontade para usar a oposta. Para começar, selecione uma parte do dia em que usaráa mão oposta.

Não precisa ser mais de uma hora para ter bons resultados. É possível fazer varias atividades usando a mão não dominante, como: escovar os dentes, segurar um copo, mexer uma panela, etc. Essas tarefas parecem simples demais para gerar resultados, mas não esqueça: você adquiriu dominância em uma das mãos fazendo exatamente as mesmas coisas!

 

4- Tente corrigir seu modo de falar

Como os cientistas gostam de ter certeza de suas teorias, foi realizado mais um teste: agora para alterar o modo natural de falar dos participantes. Ou seja, eles deveriam resistir à vontade de dizer palavrões, ou de dizer “oi” ao invés de “olá”.

Não importa como você corrige seu modo de falar, contanto que mude seus hábitos naturais. Para começar, selecione uma parte do seu dia para praticar e escolha as palavras que vai mudar — você trocar “oi” por “olá”, “tudo bem com você?” por “como vai?”, e etc.

Também é importante observar vícios de linguagem e gírias –ambos são muito comuns e muitas vezes difíceis de perceber por nós mesmos. Pratique isso por apenas duas semanas e observe os resultados com seus próprios olhos. Uma dica: você vai ver que a fala fica mais elegante e fluída sem as travas que costumamos colocar!

 

5- Crie prazos e se obrigue a alcançá-los

Se você se lembrar dos tempos da faculdade, vai saber como era ruim deixar as coisas para depois (estudar para uma prova ou fazer um trabalho de última hora, que pesadelo!). E você também se lembra de quando seu grupo se organizava para fazer o trabalho: se vocês o deixavam pronto com mais qualidade e antecedência, era como se sua autodisciplina ficasse 10 vezes maior, não é mesmo?

Seguindo este princípio, pesquisadores descobriram que ao se impor prazos e metas é possível trabalhar a sua força de vontade da mesma maneira.

E é muito simples fazer este exercício (simples, não fácil). Para começar selecione uma atividade, em sua lista de afazeres, que você esteja deixando para depois. Estipule um prazo para finalizá-la e certifique-se de alcançá-lo.

Os participantes que fizeram isso durante duas semanas não só finalizaram seus afazeres, mas também melhoraram sua dieta e se exercitaram mais.

É importante encarar as tarefas como algo natural, atividades corriqueiras que precisam ser feitas, tão simples quanto tomar banho ou escovar os dentes. Se encararmos os compromissos e responsabilidades como um fardo, algo custoso, certamente teremos maior dificuldade em realiza-los de forma satisfatória.

 

6- Mantenha controle dos seus gastos

Da mesma forma que muitas pessoas não controlam o que come, também não controlam os seus gastos. O que é triste, pois um estudo descobriu que sua força de vontade aumentará pelos simples fato de saber onde o dinheiro foi gasto.

Para começar, baixe um app de orçamento como o Organizze, por exemplo, onde é possível manter todos os seus gastos listados, sincronizado com suas contas bancárias. Por checar o aplicativo regularmente, você aumentará seu foco e desenvolverá a habilidade de resistir a tentações, como doces ou compras desnecessárias.

7 exercícios para melhorar a força de vontade e autodisciplina

7- Pressione um handgrip

Se você está muito determinado a aumentar sua perseverança, é recomendado treinar com um handgrip* até a exaustão. Quem já treinou com um desses, sabe que vai sentir o músculo do antebraço queimando.

Então é necessária uma boa quantidade de autodisciplina para continuar apertando esse equipamento. Para começar é muito simples: compre um handgrip e use o em cada mão até ficar exausto.

*um aparelho simples geralmente usado na recuperação de pessoas com má circulação sanguínea, torção e lesões temporárias.

 

Conclusão

Ter autodisciplina não é nada fácil, pois estamos acostumados a ter muitas coisas facilmente nos tempos modernos — algo bom, pois isso representa o progresso da humanidade — que acabou nos deixando acomodados e inativos. Também existe outro obstáculo chamado procrastinação, que se tornou um problema muito maior com a chegada da internet. Estamos sempre tão atarefados que caímos na ilusão de que conseguimos fazer tudo ao mesmo tempo, quando na verdade, não conseguimos.

Mas felizmente os exercícios citados no texto lhe ajudarão a desenvolver a disciplina que você necessita para ter êxito em seus projetos. Comece agora mesmo a praticar esses exercícios para força de vontade e aproveite o quanto antes esses seus benefícios!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscrito