Tensão muscular: o que é e por que acontece?
Tensão muscular: o que é e por que acontece?

A dor é algo que a humanidade vem evitando desde a pré-história. Você pode perceber isso com os avanços tecnológicos que foram criados para facilitar nossas vidas, aumentando a longevidade e diminuindo problemas. Porém, há um problema persistente que ainda não conseguimos driblar: a tensão muscular.

Esse desconforto nos músculos parece, por vezes, ser um grande mistério da vida – é comum que as pessoas não saibam do que se trata ou o que ocasiona. A tensão chega inesperadamente – mesmo quando estamos mantendo uma rotina saudável, que inclui a prática de exercícios, alimentação saudável e manutenção da postura ao longo do dia.

E para esclarecer esse mal corriqueiro que faz parte da rotina de tanta gente, o texto de hoje lhe explicará o que é a tensão muscular e como ela é causada. Nos acompanhe aqui e descubra mais

 

Tensão muscular está ligada ao estresse

Um levantamento feito pela Associação Internacional do Controle do Estresse divulgou em 2012 que o Brasil era o segundo país do mundo com o maior nível de estresse. A pesquisa mostrou que, a cada dez trabalhadores, ao menos três sofrem com uma síndrome chamada “Burn Out”, caracterizada por um intenso esgotamento mental.

Também é possível perceber que na maioria das sociedades modernas, os níveis de estresse estão subindo. Estima-se que quase ¾ da população adulta sofre de um elevado nível de estresse, sendo fator determinante e causador de uma série de patologias.

Nas pessoas que já possuem problemas nas costas, por exemplo, o estresse tende a atingir o nervo ciático, causando dor extrema.

As consequências das tensões musculares ocasionadas pelo estresse desanimam e diminuem a qualidade de vida. Na maioria das vezes, os pontos do corpo mais afetados ficam doloridos e sensíveis – essas sensações lhe são familiares, não é mesmo?

É normal, nessas circunstâncias, se sentir incapacitado, incapaz de tolerar atividades leves e, como em um ciclo vicioso, acaba tornando-se mais vulnerável a lesões.

 

Como a tensão muscular é produzida pelo estresse?

Quando ficamos estressados, apertamos automaticamente os músculos da mandíbula e aqueles ao redor dos olhos e da boca, bem como os músculos do pescoço e das costas. Esses músculos ficam tensos ao mesmo tempo para preparar o corpo para reagir e depois relaxar quando a situação estressante desaparece.

As respostas do cérebro ao estresse funcionam como um mecanismo de defesa, e não é uma situação realmente prejudicial. Mas o cérebro está preparado para lidar com essa condição ocasionalmente, não de forma duradoura, ou seja, o corpo espera que o estresse passe rapidamente.

E quando isso não acontece? Quando o estresse se instaura, os músculos nunca relaxam, e sim, permanecem em um estado de constante tensão.

Já foi comprovado que pessoas submetidas a um nível de estresse crônico ao longo do tempo sofrem um encurtamento dos músculos do pescoço e dos ombros. Também foi provado que uma grande carga de trabalho mental produz um aumento na tensão muscular nas áreas do colo do útero e do ombro, principalmente para pessoas que trabalham em frente ao computador.

 

Como evitar a tensão muscular nesse caso?

Existe uma regra de ouro para todas as doenças: o melhor tratamento é a prevenção. Por isso teremos uma seção do texto especialmente para abordar formas de evitar a tensão nos músculos. São dicas simples, mas que só serão eficazes quando levadas a sério e colocadas em prática.

 

Use acupressão

Não, essa técnica não envolve nenhum tipo de agulha. Ela funciona como uma versão básica da acupuntura, usando somente a pressão dos dedos para acalmar o organismo. Existem inúmeros pontos de pressão sobre nosso corpo para diminuir o estresse, aliviar dores, melhorar a qualidade do sono, entre outros benefícios. Considerando que o assunto desse tópico é estresse, nada mais justo que trazer alguns exemplos de exercício de acupressão para você testar e aprovar.

Massagem na parte superior do queixo

Faça uma massagem com pressão moderada na região de cima do queixo (abaixo do lábio inferior). Faça movimento circulares durante alguns segundos para aliviar o estresse.

Pressão no meio da testa

Pressione com o seu polegar a região entre as duas sobrancelhas. Quando pressionado, esse é um dos principais pontos que, quando estimulado, ajuda a tranquilizar, equilibrar o sistema nervoso e aliviar a ansiedade.

 

Faça alguma atividade física

Se exercitar é uma ótima forma de manter a saúde física e mental. Diversos estudos apontam os benefícios de diversas atividades, podendo ajudar em algumas áreas como a redução do estresse de duas formas:

  1. Manter sua musculatura saudável

Exercitar a musculatura não é só para aqueles que desejam hipertrofia muscular. Os exercícios ajudam a manter a saúde muscular, evitando a rigidez dos músculos e ajudando na saúde física a curto e longo prazo.

  1. Diminuir seus níveis de estresse e ansiedade, evitando o aparecimento da tensão nos mú

É importante lembrar que qualquer atividade vale, desde natação até MMA. Ou seja, você pode fazer uma atividade que goste e de quebra eliminar e prevenir a tensão muscular, viu só? Também surge como uma opção contratar um personal trainer para intensificar os benefícios, potencializando os ganhos e acelerando os resultados, além de principalmente evitar possíveis lesões.

 

Pratique técnicas de relaxamento

Às vezes o estresse está tão presente no nosso dia a dia que podemos considerar difícil identificá-lo. Por isso é conveniente ter em mãos um arsenal de técnicas de relaxamento que ajudam a aliviar as tensões. Uma sugestão para aliviar o estresse éa dupla de exercícios abaixo:

Exercício para se acalmar

  1. Sente-se em uma cadeira de forma relaxada;
  2. Olhe para cima e fixe os seus olhos no teto;
  3. Conte de 60 até 0 (60,59,58,57…).

Pronto, depois de fazer esse exercício é bem provável que você já tenha se acalmado.

Exercício de respiração

  1. Inspire levando todo o ar para o abdômen. Tente perceber seu abdômen se estufando. Repita quatro vezes.
  2. Desta vez, inspire levando o ar para a caixa torácica. Também repita este exercício quatro vezes.

Aposto que você está sentindo mais tranquila e relaxada, não é mesmo?

Ao realizar ambos os exercícios, é importante focar seu pensamento no momento presente, no ar entrando e saindo no caso do exercício 2, e nos números no caso do exercício 1. Dessa forma, seu foco fica em coisas simples e o estresse éarquivado numa gavetinha mental.

Saiba que existem vários exercícios como esses capazes de proporcionar maravilhas ao seu dia a dia, melhorando seu humor e diminuindo a dores que você pode sentir.

**Inspirar = puxar o ar

*** Faça a inspiração pelo nariz, sempre!

 

Conclusão

A tensão muscular éum mal que todos estamos sujeitos a enfrentar. Ela aparece de repente, mas ela é, na maioria das vezes, produto de anos sofrendo do estresse, ansiedade e hábitos não saudáveis, como problemas posturais ou sono desregulado.

Entretanto, a tensão pode ser facilmente tratada e evitada, basta seguir algumas indicações como as mostradas acima para ficar livre desse incômodo. E caso as dicas citadas no texto não funcionem, é recomendado que você vá consultar um médico ou especialista para solucionar de vez esse problema tão irritante.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscrito