Como Criar o Hábito de Fazer Exercícios
Como Criar o Hábito de Fazer Exercícios

O caminho é conhecido, não é mesmo? Você se matricula na academia, faz um plano anual, começa super motivado. No terceiro mês, o ânimo já não é mais o mesmo, a disposição já muda, as prioridades são outras. Você pensa que a academia não é o ideal para você, e passa a ter outras ideias, como correr na rua. Mas rapidamente se ocupa, acaba sem tempo, mentaliza que “amanhã eu tento de novo”, e aos poucos vai desistindo.

Situações como essa acontecem o tempo todo, com qualquer pessoa, em qualquer situação e em meio a rotinas diferentes. Nesse post, vamos ajudar você a não se sabotar e daremos dicas para que se manter na rotina de exercícios seja mais fácil do que você pensa.

Escolha um exercício que você goste

Antes de qualquer coisa, a atividade física precisa ser prazerosa para você. É comum associarmos os exercícios com algo árduo, sofrido. Essa premissa é reforçada pela clássica e difundida frase “no pain, no gain”. Mas não caia nessa armadilha.

O exercício não precisa ser um sacrifício para você – inclusive, é por pensar dessa forma que inúmeras pessoas desistem do processo. Quando algo tem uma carga negativa muito pesada, é muito mais fácil desistirmos do que continuar numa atividade que não está sendo mentalmente benéfica.

Tudo bem se você não gostar de musculação – afinal, nem todas as pessoas têm os mesmos interesses. O segredo está em encontrar uma atividade física que traga satisfação pessoal durante a prática, além do resultado esperado.

Por exemplo, se você não gosta de caminhadas, mas gosta de estar ao ar livre, que tal tirar sua bike da aposentadoria e passear com ela pela rua? Ou então, se você gosta de treinar em locais fechados com alguns equipamentos, mas não acredita que a musculação seja o ideal, que tal tentar o treinamento funcional?

Treine acompanhado

Ainda mais comum do que desanimar por não encontrar o exercício ideal, é desanimar pela falta de companhia. Para muitos, a atividade pode se tornar tediosa e aos poucos a motivação vai diminuindo até você esquecer os motivos pelos quais começou a se exercitar.

Treinar com alguém é sempre mais divertido. Você pode conversar, trocar experiências, dicas, fora o fato de ter alguém de fora para incentivar você, além do seu próprio desejo. Naqueles dias em que você não está tão empolgado e pensa em não realizar o exercício, ter uma companhia fixa faz com que uma pessoa motive a outra e incentive a não desistir ou diminuir a frequência.

Às vezes é difícil encontrar alguém na rotina que tenha os mesmos objetivos que você e esteja disposto a acompanha-lo em alguma atividade, com certeza. Mas é possível! Se o que você faz é musculação na academia, o ambiente já é propício para criar amizades e parceiros para treino. Se o que você prefere é caminhada, tente convencer seu namorado ou amigo mais próximo a ir junto com você, nem que seja por tempo inferior ao que você tinha planejado.

Como criar o hábito de fazer exercícios

Não estabeleça prazos

Sim, entrar em um “projeto verão” é tentador. Mas focar apenas nesse período do exercício fará com que você desista facilmente, além de aumentar a cobrança.

Ao criar um hábito, você incorpora aquela atividade ao seu dia a dia, de forma que faça parte da sua rotina e não seja um compromisso como esses projetos. Além disso, a vantagem de abolir projetos e focar no exercício como fonte de saúde, longevidade e bom funcionamento do organismo, é que o seu projeto verão acontece de forma natural e não tem prazo de validade.

O que é bastante comum é a situação seguinte: você entra na academia em junho, porque quer estar com o corpo que deseja em novembro. Mas sua perspectiva acaba aí, você não tem um planejamento para depois de novembro, e aí o seu corpo sonhado vai sendo modificado.

Se o exercício se torna o hábito e não uma meta, seus resultados vêm sem que você tenha que se preocupar intensamente com eles.

 

Não exija demais do seu corpo

Ao iniciar algum exercício, é importante entender as limitações do seu corpo. Se você nunca manteve a prática de fazer alguma atividade física, sua resistência corporal e condicionamento físico não serão os mesmos de quem já está habituado.

No caso da academia, o peso inicial com o qual você deve exercitar não pode ser o mesmo que o colega que está treinando há mais de um ano. Na caminhada, estabelecer a meta de 5km pode ser muito para o seu corpo que recém decidiu abandonar o sedentarismo.

É fácil desanimar se colocamos metas irreais para exercícios. A empolgação inicial é muito importante e funciona como o pontapé necessário para começarmos algo, mas precisamos começar com os pés no chão. Os avanços precisam ser gradativos, conforme o corpo vai se acostumando com a nova atividade.

Criar o Hábito de Fazer Exercícios

Esqueça a balança e as medidas

Pelo menos no começo, é de extrema importância que sua vontade de começar exercícios não esteja imediatamente vinculada à diminuição do número na balança. É interessante deixar de lado porque nem sempre o corpo começa a apresentar resultados com a rapidez que gostaríamos, o que pode gerar frustrações e desistência.

Incluir o exercício na rotina faz com que os resultados estéticos sejam apenas a consequência, e não a missão principal das atividades. Tirar o foco de números e redirecioná-los para saúde e qualidade de vida faz com que o hábito se torne mais prazeroso e a preocupação diminua.

Isso não quer dizer que subir na balança é proibido, quer dizer que a obsessão com os números é que é o problema real. Depois de se manter fiel ao hábito criado, não há problemas em eventualmente consultar a balança para acompanhar o peso, ou as medidas, desde que não se torne um vício.

 

Depois dessas 5 dicas, o que você está esperando para procurar uma atividade que você goste? Escolher um exercício é saudável em qualquer fase da vida, e você só tem a ganhar. Procure algum local que tenha aulas experimentais, como o Pilates e o Treinamento Funcional no Studio Medina Fitness Plus, e venha conhecer os benefícios dessas aulas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscrito