Os Princípios do Pilates: Concentração
Os Princípios do Pilates: Concentração

A Concentração no Pilates

O Pilates é o treinamento do corpo e da mente. Quanto mais vezes treinamos os movimentos e os compreendemos no processo físico e mental, maior é a nossa percepção do ambiente em que vivemos.

A concentração é essencial em qualquer atividade física que praticamos. É preciso ter foco nos afazeres para entender e aprender as ações diárias com maior eficácia.

 

imagem-concentracao

 

Para vivenciar os outros princípios do método é necessário entendimento e compreensão, por isso a concentração é o mais importante. A partir do momento que se consegue concentrar nos movimentos, todos os outros princípios ficam fáceis de entender. Por exemplo, entender como ativar o Power House, ou como adotar padrões respiratórios corretos durante os exercícios, entre outros.

Pensar quais são os músculos acionados durante os movimentos é de suma importância, sem falar que estimula o sistema nervoso central a enviar mais impulsos nervosos para a área trabalhada.

Segundo o criador do método, Joseph Pilates, é necessário concentrar-se nos movimentos de forma correta a cada vez que os exercícios são executados, para que estes não sejam realizados de forma inapropriada, e assim não se perca todos os benefícios proporcionados pelo método.

Os exercícios quando praticados com a devida concentração são armazenados no subconsciente e aperfeiçoados durante sua prática. A concentração é necessária o tempo todo e em todo o corpo. O posicionamento e a movimentação de cada parte do corpo estão relacionados e é essencial na execução do todo.

Realizar os exercícios com concentração é o mesmo que executar complicados movimentos, e esse é o desafio do método que vai ser incorporado gradativamente. A atenção direcionada aos movimentos permite que o praticante responda e trabalhe melhor os músculos.

Ao trabalhar imagens mentais, podemos acessar mais rápido e com maior eficiência o sistema anatômico. Por meio de metáforas o aluno aprende o movimento correto sem a necessidade de conhecimento prévio especifico sobre músculos e suas funções, como por exemplo, quando é usado o termo “sente-se alongado como se estivesse encostando sua cabeça no teto”, é utilizada então uma imagem mental para visualizar e concentrar na sensação do movimento da melhor maneira.

O bom entendimento do princípio da concentração trás alguns benefícios como a correta ativação do corpo e das extremidades, melhor interação e compreensão dos outros princípios, estimulação da musculatura recrutando mais fibras musculares e consequentemente a realização dos exercícios com qualidade. Além do mais, trabalha a memória, inteligência, criatividade, intuição, intuição e ajuda no relaxamento da mente.

Quer conhecer nossa metodologia de trabalho? Clique aqui e agende agora mesmo sua aula experimental.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscrever-se!