Os Princípios do Pilates: Respiração
Os Princípios do Pilates: Respiração

O Papel da Respiração no Pilates

A respiração é fator crucial no nosso organismo e tem a importante função de oxigenar as celular e eliminar o gás carbônico. Em qualquer exercício a demanda do corpo pelo oxigênio aumenta consideravelmente, por isso respirar de maneira correta faz toda a diferença.

Dessa forma, a respiração é um dos 6 princípios mais importante do método Pilates, e é um grande diferencial do método, pois está presente em todos os exercícios e acompanhando os movimentos.

Além de fornecer oxigenação ao corpo, a respiração permite a liberação de qualquer tensão na coluna e auxilia no controle dos movimentos respiratórios servindo de base para uma execução perfeita dos movimentos e mantendo ritmo nos exercícios.

O padrão respiratório utilizado pelo método é conhecido como respiração torácica ou pelas costelas. O principal objetivo neste princípio é manter os músculos do abdome e da coluna conectados e os ombros relaxados enquanto sua caixa torácica se expande conforme a inspiração vai acontecendo e assim, ao expirar a caixa torácica se contrai em direção à cintura, novamente envolvendo os músculos da coluna.

O criador do método, Joseph Pilates, afirmava que normalmente usamos a respiração de forma errada, ou seja, utilizamos apenas metade da capacidade pulmonar, nesse sentido a respiração se tornou fator crucial na realização dos exercícios. Dessa forma, seguindo os padrões fisiológicos da respiração, o ciclo respiratório determinado pelo criador do método ocorre na seguinte ordem:

  1. Inspiração torácica
  2. Expiração do tórax superior
  3. Expiração do tórax inferior
  4. Expiração abdominal

Esse ciclo deve ser sincronizado de acordo com a ação dos músculos.

A respiração também proporciona diversos benefícios entre eles podemos citar: melhora da execução dos movimentos, relaxamento da mente e do corpo, previne o surgimento de infecções respiratórias, controle das emoções e proporciona mais disposição.

É importante saber que ao iniciar as aulas de Pilates a respiração também é avaliada, pois é importante conhecer o padrão respiratório de cada aluno, pois cada pessoa possui um padrão próprio. Além disso, são ensinadas ao aluno as formas corretas de realizar a respiração juntamente com os exercícios, mas não significa necessariamente que ele precise respirar exatamente como o demonstrado, o importante é que o aluno aprenda a realizar os exercícios sem fazer apneia, ou seja, prender a respiração.

hundred

No exercício clássico “The hundred”, por exemplo, a respiração é o foco principal, pois é feito em cinco tempos para a inspiração e cinco tempos para a expiração, completando um ciclo completo de respiração, finalizando em cem “hundred”. Este tipo de exercício proporciona a tonificação do abdômen, aumenta a circulação devido a elevação das pernas e o aumento da potência da energia partindo do centro do corpo para as extremidades. Portanto, apresenta contra indicações, como em indivíduos com comprometimento cardiorespiratório, por isso é importante uma avaliação criteriosa quanto à respiração.

Então agende agora mesmo sua aula experimental em nosso site: www.fabiomedina.com.br e conheça todos esses benefícios citados acima, e veja na pratica como tudo isso pode ser aplicável de forma agradável e prazerosa. Não deixe de entrar em contato conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscrever-se!